10 importantes medidas de segurança no transporte de cargas

SEGURANÇA E GR 26/05/2022

10 importantes medidas de segurança no transporte de cargas

Para atender as demandas dos clientes – cada vez mais exigentes – e garantir a competitividade, o setor logístico precisa investir em medidas de segurança no transporte de cargas. Não há como melhorar a performance sem que esse desafio seja vencido.

Considerado um dos países mais inseguros para a movimentação de cargas, o Brasil registrou 64.452 acidentes de trânsito em rodovias federais em 2021, segundo o Painel de Consultas Dinâmicas dos Acidentes Rodoviários elaborado pela Confederação Nacional de Transportes (CNT).

O prejuízo supera R$ 12 bilhões e pode chegar a R$ 50 bilhões se incluídos auxílios assistenciais e despesas médicas, de acordo com cálculos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

A ação das quadrilhas especializadas em roubo de cargas também preocupa. Uma pesquisa da Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) revela crescimento de 1,7% nas ocorrências. No ano passado foram registrados 14.400 roubos de carga no país, contra 14.150 em 2020.

Para reverter esse cenário, embarcadores e transportadores não têm outra alternativa a não ser investir em tecnologia e inteligência aplicada às particularidades de cada operação. Neste artigo, vamos mostrar quais medidas de segurança no transporte de cargas são mais efetivas e como implementá-las.

Como evitar roubos e acidentes

A Análise nstech de Sinistralidade de Roubo de Cargas e Acidentes no Transporte Rodoviário 2021, mostra que quase 3/4 dos sinistros no setor correspondem a acidentes e 27,88% a roubo de cargas. O levantamento foi baseado nas operações monitoras pelas três gerenciadoras de risco do ecossistema, incluindo a Buonny.

Confira as principais medidas de segurança no transporte de cargas:

1. Invista em tecnologia para a contratação de motoristas

Contar com inteligência artificial e tecnologias avançadas de automação no serviço de cadastro e consulta de motoristas ou veículos aumenta a assertividade na hora de contratar prestadores de serviço em transporte.

Ferramentas como o Buonny Check – serviço de cadastro e consulta com o maior banco de dados de profissionais do país – agilizam o processo e garantem a segurança que as cargas precisam. Além de permitir consultas instantâneas, a solução conta com a tecnologia CheckID de reconhecimento facial, evitando fraudes.

2. Capacite os motoristas e os profissionais envolvidos na operação

Motoristas treinados e experientes desenvolvem a atividade de forma mais segura, com foco na direção defensiva e na identificação de possíveis riscos de roubo de cargas ao longo da viagem.

Para reduzir os índices de acidentes e falhas nas operações de transporte ofereça cursos de capacitação, palestras, materiais informativos e monitore a forma como os caminhoneiros dirigem.

Entre os temas a serem abordados estão legislação de trânsito, primeiros socorros, direção defensiva, prevenção de acidentes, simulações de emergência, ética pessoal e profissional etc.

3. Faça a roteirização e diminua a previsibilidade na operação

As quadrilhas especializadas em roubo de mercadorias estão cada vez mais ousadas. As abordagens não costumam ser aleatórias. Os criminosos estudam a operação e conhecem a sua forma de atuação.

Para reduzir a previsibilidade na operação, o ideal é investir na roteirização, que indica estradas em melhores condições, distâncias mais curtas, rotas mais seguras e percursos com menor incidência de roubos e acidentes. Outra dica é trabalhar com rotas variadas, fazendo o rodízio de locais para abastecimento, descanso, alimentação, pernoite etc.

4. Reduza o tempo de embarque, desembarque e da carga em repouso

Os veículos parados são mais atrativos às quadrilhas e as empresas precisam ter em mente que uma carga em repouso é uma carga em risco. Por isso, aposte em sistemas logísticos que agilizem os carregamentos e entregas, além de redobrar as medidas de segurança nos locais de parada.

5. Faça o controle das manutenções da frota

Ter veículos trafegando em perfeitas condições é fundamental para a segurança no transporte de cargas. A falta de manutenção é um problema porque aumenta a ocorrência de falhas mecânicas, atrasa as entregas, prejudica todo o planejamento e coloca em risco a vida de motoristas.

Conte com sistemas que ajudem no controle de vistorias, reposição de peças e manutenções preventivas.

6. Priorize o transporte diurno

Durante a noite, a vulnerabilidade aumenta. Com a visibilidade reduzida e o trânsito nas estradas reduzido, as chances de o caminhão ser interceptado por assaltantes ou ocorrerem acidentes em função do cansaço e do sono dos motoristas são maiores.

Além de dar preferência para as viagens durante o dia é fundamental também respeitar a Lei do Motorista, que estipula o tempo de jornada e as regras para o descanso. Se for imprescindível viajar durante a noite, trabalhe com caminhões em comboio. Em viagens longas, com muitas paradas, eleja locais de pernoite confiáveis.

7. Faça o gerenciamento dos riscos

Quem busca medidas de segurança no transporte de cargas precisa contar com um Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR) eficaz. Com ele é possível prevenir e reduzir os sinistros, melhorando a eficiência das operações de transporte, a qualidade do serviço e a satisfação dos clientes.

Com o apoio de gerenciadoras de risco experientes e processos automatizados – que permitam a visibilidade das operações em tempo real -, as transportadoras se tornam mais efetivas na gestão de rotas e no monitoramento das cargas.

Em 2021, as gerenciadoras de risco do ecossistema nstech, incluindo a Buonny, conseguiram evitar e/ou recuperar 60% das cargas que foram alvo de criminosos.

8. Automatize os processos e contrate soluções focadas no setor logístico e de transportes

A automação é uma medida de segurança estratégica porque melhora os processos burocráticos, a gestão logística e o desempenho da frota. Com uso de equipamentos de proteção e softwares especializados, embarcadores e transportadores têm acesso a dados como a localização dos caminhões, condições das estradas, modo de direção, desempenho da frota, tempo de carga e descarga e ocorrência de quaisquer imprevistos na viagem.

Softwares oferecidos no mercado são capazes de agilizar as atividades, melhorar a produtividade, acompanhar as condições da carga e checar se as entregas ocorreram no prazo, por exemplo. Além disso, fornecem à gestão informações essenciais para a tomada assertiva de decisões.

9. Tenha seguro para as cargas e caminhões

O seguro é uma tranquilidade para embarcadores e transportes, por isso, não deve ser negligenciado. A operação logística é cheia de imprevistos e, como vimos, o número de acidentes e roubos é grande no Brasil.

Para evitar prejuízos e oferecer a confiança que os clientes exigem, não abra mão do seguro. No Brasil, existem duas categorias de seguro: a dos transportes, contratada pelo proprietário da mercadoria, e a de responsabilidade civil, contratada pelo transportador.

E lembre-se: conte com corretoras e seguradoras experientes e com a credibilidade necessária para auxiliar sua empresa na contratação da melhor apólice de seguro.

10. Garanta o monitoramento e rastreamento da carga

Saber, em tempo real, onde estão o caminhão e a mercadoria é uma importante medida de segurança no transporte de cargas. Para isso, conte com sistemas de rastreamento e monitoramento da frota.

O uso de telemetria, por exemplo, é outra vantagem, já que garante o acesso a informações sobre o veículo e o comportamento do condutor. Sistemas de videomonitoramento e sensores também ajudam a identificar se o motorista está com sono ou se utiliza o celular enquanto está na direção.

Existem também iscas eletrônicas para a carga e sistemas que permitem interagir com o veículo, travando automaticamente portas do baú e da cabine.

Como melhorar a segurança no transporte de cargas?

A segurança das operações de transporte está em suas mãos porque depende dos investimentos feitos em inovação e tecnologia. Usar soluções especializadas para o setor logístico incrementar os resultados, melhora a eficiência, eleva a produtividade e protege cargas e motoristas.

Quer garantir o alto desempenho nos seus processos e nas regras de segurança, reduzindo prejuízos e melhorando a performance operacional? Conte com a Buonny e fale agora com um especialista.

Leia também Telemetria para frotas: como usar a tecnologia de medição e comunicação remota a favor do transporte de cargas.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato