40% dos presos em flagrante nas estradas do RJ já estão soltos

GESTÃO LOGÍSTICA 23/11/2017

O estado do Rio de Janeiro está entre um dos que mais sofrem com o roubo de cargas no Brasil. Só em 2016, o prejuízo foi de R$ 619 milhões, um valor que daria para pagar um mês de toda a folha de pagamento da Polícia Militar e de seus inativos do estado com folga, sendo que muitos deles são presos em flagrante.

Presos em flagrante já estão soltos

Um levantamento feito em 2017 pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) revela que durante os quatro meses de reforço na operação para combater roubos a caminhões, tráfico de armas e de drogas no Rio de Janeiro, 40% dos presos em flagrante nas estradas já foram soltos.

De acordo com o porta-voz da Polícia Rodoviária Federal, José Hélio de Macedo, o índice detectado revela que cada dez presos, quatro foram soltos em um período de quatro meses.

Ele complementa que essas infrações tratam-se de crimes graves e que a legislação prevê diversos benefícios que facilitam a liberação desses criminosos e muitos advogados trabalham para esses casos.

As pessoas que foram presas em flagrante com crimes graves são indivíduos que roubam cargas valiosas, com uso de armas de fogo, empregam violência nas ações e carregam grandes quantidades de drogas.

Considerando a preocupação nesse contexto, quando eles são soltos, essas pessoas continuam sendo uma ameaça para a sociedade.

Ocorrências de roubos e regiões mais visadas

De acordo com o ISP, Instituto de Segurança Pública, entre janeiro e outubro de 2017, foram contabilizados 8.508 roubos de carga.

Segundo o Sindcargas, sindicato das empresas transportadoras, historicamente, os meses de novembro e dezembro são os que registram mais esse tipo de crime, já que há mais caminhões com carga, principalmente de frigoríficos, para abastecer os mercados e lojas para o fim de ano.

O que nos faz acreditar que os números crescerão exponencialmente nos próximos levantamentos de dados.

No estado do Rio, a região que mais registrou roubo de carga nesse ano foi São Gonçalo, com 1.177 ocorrências. Somando os registros de São Gonçalo com a da região do Complexo do Chapadão são 2.334 casos. Ou seja, 27% dos roubos de carga no estado aconteceram nessas duas regiões.

Segurança garantida no transporte rodoviário de cargas

Para isso, conte com a Buonny. Somos líderes no gerenciamento de riscos no transporte de cargas, oferecendo soluções aliadas à tecnologia para garantir operações mais seguras e eficientes.

Se preferir, clique aqui e converse com nossos especialistas para entender quais soluções seriam mais eficientes para a sua operação.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato