Saiba o que é Ad Valorem e como calcular

GESTÃO LOGÍSTICA 05/01/2023

No dia a dia de uma transportadora, o gestor de cargas precisa lidar com diversas taxas para dar andamento aos trabalhos e, entre elas, está o Ad Valorem.

Ele foi implementado há um bom tempo no transporte de cargas, mas ainda é comum surgirem dúvidas com relação à sua cobrança.

Para ajudar você a entender o que é Ad Valorem e como calcular, preparamos este conteúdo. Acompanhe!

O que é Ad Valorem e para que serve?

O Ad Valorem (Frete Valor), também conhecido como seguro de acidentes, é referente ao valor cobrado em cima de um produto transportado. O objetivo da cobrança dessa taxa é custear o seguro da carga durante o período em que as mercadorias estiverem sob responsabilidade da transportadora.

O Ad Valorem é inserido no custo de frete que será cobrado ao cliente, e corresponde a um percentual da Nota Fiscal da mercadoria.

Para que a cobrança do Ad Valorem seja realizada, são consideradas algumas medidas. São elas:

  • profissionais especializados e responsáveis pela segurança da carga;
  • seguro RCTR-C contratado pela transportadora;
  • equipe responsável pelos documentos de segurança;
  • materiais de proteção da carga.

Se considerarmos que, de acordo com a legislação, o transportador é responsável pela carga durante o seu deslocamento, então incluir o Frete valor na cobrança do frete é mais do que um investimento, é uma maneira eficiente de evitar prejuízos.

De acordo com a lei sobre a taxa de Ad Valorem, é importante destacar dois aspectos principais. Acompanhe!

Responsabilidade Civil sobre o Transporte Rodoviário de Cargas (RCTR-C)

Conforme o Decreto-Lei 61.687/67, o Frete Valor é obrigatório ao fornecedor do transporte, pois seu objetivo é assegurar o reembolso em caso de avarias e perdas de carga.

Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário por Desaparecimento de Carga (RCF-DC)

Essa cobertura, a princípio, é referente ao desvio, roubo ou furto da carga transportada. Contudo, não é um requisito obrigatório, mas é recomendado, pois confere mais confiança nas responsabilidades da transportadora.

Planilha de Cálculo de Frete de Retorno. Baixar agora!

Como calcular o Ad Valorem?

O cálculo do Ad Valorem se dá a partir do preço das mercadorias que estão descritas na Nota Fiscal. Esse valor é multiplicado pelo percentual definido na tabela de frete da transportadora.

O resultado dessa operação é somado às taxas aplicadas e ao custo de frete estabelecido pela transportadora.

A taxa de Ad Valorem pode aumentar ou diminuir de acordo com alguns fatores que listamos a seguir. Acompanhe!

Distância do percurso

Quanto maior a distância percorrida pela carga, mais ela fica exposta a riscos e outras questões que podem interferir em sua integridade. É por essa razão que a distância do percurso impacta no aumento da taxa.

Dimensões e peso da carga

Como cargas mais leves e menores podem ser carregadas com maior facilidade por meliantes, o valor do Ad Valorem também está relacionado a essa questão.

Fragilidade da mercadoria

Cargas frágeis requerem uma atenção especial em seu manuseio, e isso também impacta no Ad Valorem.

Características da região

Regiões onde é registrado um grande volume de furtos e roubos têm a taxa do Frete Valor elevada, já que os riscos de perda da carga são maiores.

Confira os valores da porcentagem do Ad Valorem sugeridos pela Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC) em 2014, tendo como parâmetro a base percorrida. Acompanhe!

Relação entre a distância em Km e a alíquota em %

  • 1 a 250 – 0,30%
  • 251 a 500 – 0,40%
  • 501 a 1.000 – 0,60%
  • 1.001 a 1.500 – 0,70%
  • 1.501 a 2.000 – 0,80%
  • 2.001 a 2.600 – 0,90%
  • 2.601 a 3.000 – 1,00%
  • 3.001 a 3.400 – 1,10%
  • Acima de 3.400 – 1,20%
  • Coleta e entrega – 0,15%

Exemplo prático de Ad Valorem

Acompanhe um exemplo prático da taxa de Ad Valorem!

  • Valor total da mercadoria: R$ 20.000,00
  • Distância percorrida: 200 km
  • Ad Valorem: 0,3%
  • R$ 20.000,00 X 0,3% = R$ 60,00

Quando aplicar a taxa Ad Valorem?

Essa taxa é aplicada de forma obrigatória nos casos em que o contratante do serviço de transporte não tem seguro das mercadorias. A cobrança da taxa ainda é devida quando o seguro não cobre o período em que a mercadoria está com o transportador.

É por isso que o mais indicado é que a transportadora contrate uma seguradora e faça o repasse do valor ao contratante do serviço utilizando a taxa do Frete Valor.

A sua adesão é importante porque, em caso de perda ou roubo da carga, a transportadora pode ficar endividada com o pagamento de indenizações aos clientes.

Como reduzir custos no transporte de cargas
Baixe agora nosso ebook Como reduzir custos no transporte de cargas

Qual a diferença entre Ad Valorem e GRIS?

Basicamente, a principal diferença entre as taxas é que o GRIS cobre menos incidentes que o Frete Valor.

As taxas são semelhantes e o percentual também é calculado a partir do valor da Nota Fiscal.

No entanto, a taxa GRIS é parte integrante do Ad Valorem, que cobre despesas relacionadas à segurança do transporte, como medidas para combater o roubo das mercadorias, rastreamento de veículos, o que inclui carretos, entre outras situações não cobertas pelo GRIS.

Viu como é importante saber calcular a taxa Ad Valorem e fazer o pagamento dessa taxa para evitar transtornos que possam impactar negativamente no negócio? E se você quer dar mais segurança a sua operação, garantindo inclusive uma economia no valor do seguro de carga, conheça as soluções da Buonny.

Somos uma empresa gerenciadora de risco, com destaque no mercado e soluções de alta tecnologia para oferecer aos nossos clientes o melhor em gestão de riscos e segurança para a operação. Clique aqui e converse agora com nossos especialistas.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato