Saiba qual o prazo e como fazer o cancelamento extemporâneo

GESTÃO LOGÍSTICA 14/07/2023

Prezar pelo bom andamento administrativo da operação logística é uma preocupação constante para todo gestor de frota. Afinal, inconsistências podem inviabilizar a operação e afetar a excelência no atendimento ao cliente. Mas, caso algum erro aconteça na emissão de documentos junto à Secretaria da Fazenda (SEFAZ), é preciso estar atento ao cancelamento extemporâneo.

Ao compreender os procedimentos e as normas relacionadas a esse procedimento de cancelamento de documentos fiscais, sua empresa estará melhor preparada para lidar com imprevistos e fazer as correções necessárias para garantir a eficiência dos trabalhos.

Para ajudar você a entender qual o prazo e como fazer o cancelamento extemporâneo, preparamos este conteúdo. Acompanhe!

O que é o cancelamento extemporâneo e quem pode pedir?

O cancelamento extemporâneo também é conhecido como cancelamento fora do prazo. Ele serve como uma opção para corrigir eventuais erros ou inconsistências em um CTe (Conhecimento de Transporte Eletrônico) ou uma NFe (Nota Fiscal Eletrônica) já emitidos.

Assim, esse processo permite que o contribuinte cancele o documento fiscal eletrônico e emita um novo documento corrigido. Normalmente, essa é uma prática que evita problemas e garante a conformidade com a legislação fiscal.

Qual o prazo para solicitar o cancelamento extemporâneo?

O prazo para solicitar o cancelamento extemporâneo na SEFAZ pode variar dependendo do estado e das regras específicas estabelecidas pela legislação fiscal estadual. Porém, geralmente esse deve ser requerido até o décimo dia do mês seguinte ao que o documento foi emitido.

Em situações de cancelamento extemporâneo, é comum que a empresa precise justificar o motivo pelo qual não solicitou o cancelamento dentro do prazo regular. Essa justificativa pode incluir:

  • razões técnicas;
  • razões operacionais;
  • problemas no sistema;
  • outros impedimentos que tenham impossibilitado o cumprimento do prazo.

Para obter informações precisas sobre o prazo e os procedimentos é recomendado consultar a legislação fiscal estadual ou entrar em contato com a SEFAZ local. Dessa forma, você poderá obter orientações atualizadas e específicas para a sua situação.

Como é feito o cancelamento extemporâneo de nota fiscal fora do prazo?

Geralmente, quando a empresa precisa cancelar uma nota fiscal após o prazo estabelecido, é necessário seguir alguns passos. Confira!

Verifique a legislação estadual

Consulte a legislação fiscal estadual correspondente para entender as regras e os procedimentos específicos. Essas informações podem estar disponíveis no site da SEFAZ ou em documentos oficiais.

Prepare a justificativa

Prepare uma justificativa detalhada para o cancelamento extemporâneo, explicando o motivo pelo qual não foi possível solicitar o cancelamento dentro do prazo regular. É importante fornecer informações relevantes e fundamentadas que demonstrem a necessidade do cancelamento.

Entre em contato com a SEFAZ

Entre em contato com a SEFAZ local por meio dos canais de atendimento disponíveis, como telefone, e-mail ou sistema eletrônico. Informe sua situação, forneça a justificativa e siga as orientações fornecidas pela SEFAZ para realizar o cancelamento.

Separe a documentação

É possível que a SEFAZ solicite documentos adicionais para comprovar a necessidade do cancelamento extemporâneo. Prepare os documentos solicitados, como cópias da nota fiscal, comprovantes ou outras evidências relevantes.

Aguarde a avaliação e aprovação

A SEFAZ irá analisar a solicitação e a justificativa apresentada. Dependendo do caso, pode ser necessário aguardar a avaliação e aprovação da autoridade fiscal. A SEFAZ pode solicitar informações adicionais durante esse processo.

Emita o novo documento

Se o cancelamento extemporâneo for aprovado, a SEFAZ fornecerá orientações sobre a emissão de um novo documento fiscal corrigido. Siga as instruções fornecidas pela SEFAZ para realizar essa emissão.

É importante ressaltar que esses passos são apenas uma orientação geral e que o processo exato pode variar de acordo com as regras estabelecidas pela SEFAZ local.

Planilha de Controle de Entrega. Baixar agora!

O pedido de cancelamento extemporâneo pode ser negado?

Sim, é possível que um pedido de cancelamento extemporâneo de uma nota fiscal seja negado pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ). Existem situações em que a entidade pode rejeitar o pedido de cancelamento extemporâneo, como:

  • Prazo improrrogável;
  • Ausência de justificativa suficiente;
  • Emissão de nota fiscal complementar;
  • Fiscalização em andamento;
  • Violação de regras específicas.

O cancelamento extemporâneo de NFe e CTe fora do prazo pode gerar multas?

Sim, o cancelamento de NFe e CTe fora do prazo estabelecido pela legislação pode resultar em multas. Essas podem variar de acordo com as regras e regulamentações específicas de cada estado brasileiro, assim como com as circunstâncias do cancelamento.

Geralmente, as multas são aplicadas quando a empresa não realiza o cancelamento dentro do prazo regular e precisa solicitar o cancelamento extemporâneo.

O valor da multa pode depender de fatores como o tipo de documento fiscal, o motivo do cancelamento fora do prazo e a legislação fiscal estadual correspondente.

Viu como é importante se manter dentro das exigências da legislação? Esse fator também conta para a garantia de que a sua operação não sofra com prejuízos e atrasos nas entregas.

Para identificar erros e problemas que podem até mesmo parar o andamento da operação, investir em visibilidade logística é essencial.

Você pode contar com a nossa solução de gerenciamento de transportes que oferece o acompanhamento das viagens em tempo real. Assim, você consegue identificar se o motorista ficou preso em algum posto fiscal ou alguma outra ocorrência para solucionar a situação de forma rápida.

A Buonny é líder no mercado com soluções tecnológicas em logística de transporte e GR. Nosso objetivo é oferecer sistemas e práticas que garantem mais agilidade, eficiência e segurança para transportadores se manterem competitivas no mercado. Clique aqui e converse com nossos especialistas.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato