Carga perecível: como evitar a perda da mercadoria

Garantir que a carga perecível chegue ao cliente em perfeitas condições é essencial para o sucesso da transportadora.

Isso porque é preciso adotar medidas para manter a eficiência da operação, a qualidade do serviço e a satisfação do cliente. Isso envolve aumentar a segurança no transporte da carga, diminuir os prejuízos na operação e seguir com as normas para transporte da mercadoria.

Nesse cenário, um dos principais pontos para garantir a qualidade do transporte de carga perecível é estar atento às condições de armazenamento. Isso porque a perda ou deterioração dos produtos pode resultar em prejuízos financeiros significativos, além de afetar a reputação da empresa.

Para isso, confira a seguir algumas estratégias eficientes para evitar a perda de carga durante o transporte. Acompanhe!

O que é considerado carga perecível?

Carga perecível é aquela que envolve mercadorias que têm uma vida útil limitada e podem se deteriorar. Como é o caso de perder suas propriedades, caso não sejam mantidas sob as condições adequadas.

Esses tipos de cargas geralmente são sensíveis a fatores como temperatura, umidade, luz, tempo de exposição ou manipulação inadequada.

Transportar carga perecível exige cuidados especiais para garantir que os produtos cheguem ao destino final em condições adequadas para consumo ou utilização. Isso pode envolver o uso de:

  • embalagens isoladas;
  • refrigeração;
  • controle de temperatura;
  • monitoramento do tempo de trânsito;
  • adoção de medidas de segurança adequadas para evitar danos ou contaminação durante o transporte.

É importante observar que, no Brasil, as definições e requisitos específicos para o transporte e armazenamento da carga são normatizados e fiscalizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa.

É sempre recomendável consultar as regulamentações locais e buscar orientação especializada ao lidar com esse tipo de carga.

Demonstrações de carga perecível

Um exemplo desse tipo de carga é o transporte de alimentos frescos, como frutas e legumes.

Esses produtos têm uma vida útil limitada e podem se deteriorar rapidamente se não forem armazenados e transportados adequadamente.

No caso de frutas como morangos, bananas e uvas, por exemplo, é essencial controlar a temperatura durante o transporte. Isso porque deve-se manter a carga em condições de refrigeração para evitar a proliferação de microorganismos que possam causar a sua deterioração.

Embalagens específicas, como caixas de papelão com revestimento interno de plástico, podem ser usadas para proteger as frutas e fornecer isolamento térmico.

Outro exemplo de carga perecível são os produtos lácteos, como leite, queijo e iogurte. Esses produtos são sensíveis à temperatura e devem ser mantidos refrigerados para evitar a deterioração e a proliferação de bactérias.

Durante o transporte, é necessário utilizar veículos refrigerados ou câmaras frias para garantir que a temperatura adequada seja mantida.

Além disso, medicamentos que requerem refrigeração, como algumas vacinas, também são considerados carga perecível. Esses produtos devem ser armazenados e transportados em condições controladas de temperatura para preservar sua eficácia.

Embalagens isoladas e equipamentos de refrigeração portáteis podem ser utilizados para garantir a integridade desses medicamentos durante o transporte.

Planilha de Ponto de Equilíbrio Financeiro. Baixar agora!

Como evitar a perda da carga perecível no transporte?

Para evitar a perda de carga durante o transporte, é necessário adotar uma série de medidas e precauções. Separamos algumas das principais estratégias relacionadas ao transporte de carga perecível. Confira!

Armazenagem

A carga perecível deve ser corretamente armazenada antes do embarque, em condições adequadas de temperatura e umidade, conforme as necessidades específicas do produto. É importante garantir a utilização de instalações de armazenagem refrigeradas ou câmaras frias, se necessário.

Veículo adaptado

Para evitar a perda da carga perecível é necessário utilizar veículos adequados e adaptados para o transporte desse tipo de carga. Isso pode incluir o uso de caminhões refrigerados, com sistemas de refrigeração, isolamento térmico apropriado e controle de temperatura durante toda a viagem.

Condições do veículo

É recomendado verificar regularmente o funcionamento dos sistemas de refrigeração e isolamento do veículo para garantir que estejam em bom estado. Também é preciso realizar manutenções preventivas e reparar quaisquer problemas identificados antes do transporte da carga.

Cuidados na carga e descarga

É necessário manipular a carga perecível com cuidado durante o carregamento e descarregamento, evitando quedas, choques e danos físicos. Utilizar equipamentos apropriados, como paletes e empilhadeiras, quando necessário.

Monitoramento de viagem

Monitorar a carga durante toda a viagem é fundamental. Isso pode ser feito por meio de sistemas de rastreamento e monitoramento de temperatura em tempo real. Caso ocorra qualquer desvio nas condições de temperatura, medidas corretivas devem ser tomadas imediatamente.

Documentação segundo a legislação

É necessário cumprir todas as exigências legais e regulatórias relacionadas à logística de carga perecível. Isso inclui a documentação adequada, como notas fiscais, certificados sanitários, licenças e autorizações específicas.

Iscas de carga

Em alguns casos, é possível utilizar iscas de carga que simulam as condições da carga perecível para monitorar a qualidade e a integridade da mercadoria durante o transporte. Isso pode ajudar a identificar e corrigir problemas antes que eles causem danos reais à carga.

Motoristas capacitados

Quando o assunto é carga perecível, é importante treinar os motoristas que transportam a carga para que tenham conhecimento das boas práticas de manuseio, cuidados com a temperatura, segurança e procedimentos corretos.

Eles devem estar cientes da importância de seguir as diretrizes específicas para o transporte de carga perecível.

Minimizar os riscos de perda e deterioração ou danos à carga perecível

Essas medidas visam minimizar os riscos de perda, deterioração ou danos à carga perecível durante o transporte. Elas também garantem que a mercadoria chegue ao destino final em condições adequadas para consumo ou utilização.

Cabe ressaltar que os requisitos exatos podem variar dependendo das regulamentações locais e das características específicas da carga perecível.

Portanto, é sempre importante consultar a legislação da ANVISA, órgão responsável por fiscalizar o transporte de carga perecível no Brasil, e buscar orientação especializada.

Viu como é possível evitar a perda da carga perecível? Coloque essas dicas em prática e conte com a tecnologia para diminuir os riscos de perdas e prejuízos.

Para isso, conheça as soluções da Buonny. Trabalhamos com tecnologia de ponta para entregar eficiência e segurança, evitando riscos que possam trazer maiores prejuízos para as empresas. Clique aqui e conheça nossas soluções.

Se preferir, clique aqui e converse direto com nossos especialistas para entender como nossa tecnologia pode trazer mais eficiência e resultados para sua empresa.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato