Cargas mais visadas: principais riscos da criminalidade no transporte rodoviário de carga

O transporte rodoviário de carga desempenha um papel crucial na movimentação de mercadorias, impulsionando a economia e sustentando a cadeia de suprimentos, porém na logística contém riscos com as cargas mais visadas pela criminalidade.

No entanto, a criminalidade nesse setor representa uma ameaça significativa, gerando prejuízos substanciais e desafios operacionais para empresas.

O crescimento das atividades criminosas ao longo das estradas tem impactos diretos não apenas na indústria de transporte, mas também na segurança pública e na economia como um todo.

Os prejuízos da perda de mercadorias no transporte rodoviário de carga abrangem diferentes aspectos, incluindo déficits financeiros, interrupções nas operações logísticas, aumento dos custos de seguro e riscos para a segurança dos motoristas.

Para agir contra as cargas mais visadas, os criminosos adotam táticas sofisticadas, aproveitando vulnerabilidades na cadeia de suprimentos e pontos de parada e explorando lacunas na legislação.

Em resposta a esses desafios, as empresas têm buscado estratégias inovadoras e colaborativas para combater a criminalidade, melhorar a segurança e fortalecer a infraestrutura da cadeia de suprimentos.

Implementações para reduzir casos criminosos com cargas mais visadas

A Buonny busca, de forma constante, ações para minimizar e mitigar riscos no transporte de cargas. Esses esforços podem ser adotados em toda a cadeia de suprimentos do produto, desde a produção, armazenamento até o transporte e entrega para o cliente final.

Dessa forma, o objetivo da Buonny com os transportadores e embarcadores é minimizar riscos, prejuízos, ameaças e danos que possam prejudicar a eficiência logística e afetar a qualidade, prazos e custos do transporte de mercadorias.

Neste contexto, o material de análise das cargas mais visadas realizado pela nstech tem o intuito de compreender motivos por trás da criminalidade e desenvolver abordagens eficazes para mitigar esses riscos, com implementação de tecnologias avançadas.

As soluções da Buonny integram dados, como gestão da frota, emissão de alertas automáticos, controle de retenção, controle de velocidade, controle da jornada do motorista, grade de agendamento para programação de carregamento e descarregamento.

Dentro dos sistemas, as transportadoras são capazes de realizar a gestão de documentação para confirmação de entrega, o acompanhamento pelo painel de monitoramento logístico para acompanhamento em tempo real e gestão de ocorrências e a integração com sistemas TMS, WMS, ERP e equipamentos de rastreamento.

A melhoria da cooperação entre diferentes partes interessadas e a implementação de medidas de segurança robustas são elementos essenciais para enfrentar esse desafio, para garantir integridade e eficiência no transporte rodoviário de cargas.

Nesse artigo, a análise do 1° trimestre de 2023 sobre a criminalidade no transporte de carga será abordada a partir do ebook Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023.

Para mais detalhes e informações, acesse a página e obtenha o material de forma completa e gratuita.

Tipo de cargas mais visadas no transporte rodoviário

Confira quais são os tipos de cargas mais visadas no transporte rodoviário no início de 2023:

RankingTipo de CargaPercentual
Carga Fracionada37,3%
Alimentício23,4%
Minério11,71%
Cigarro6,92%
Eletroeletrônicos6,17%
Medicamentos4,02%
Higiene e Limpeza2,65%
Agrícola2,36%
Bebidas1,75%
10°Peças e Autopeças1,52%
11°Siderúrgicos1,42%
12°Cosméticos0,78%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

Conforme visto, as cargas fracionadas, que correspondem pelo envio de pequenas cargas do embarcador, são líderes nos índices dos tipos de cargas mais visadas.

Devido à diversidade de produtos transportados nessas viagens, os responsáveis arcam apenas com o espaço útil do caminhão e as cargas ficam mais suscetíveis aos atos criminosos.

Em sequência, as cargas de fácil escoamento e alto valor agregado são mais prejudicadas, sendo eles produtos alimentícios e minerais, além dos cigarros , eletroeletrônicos, medicamentos, higiene e limpeza e agrícola.

Atualmente, os demais produtos estão com índices menores da criminalidade, demonstrando o impacto e as ações da seguranças no transporte de carga, entre eles estão as bebidas, peças e autopeças, produtos siderúrgicos e cosméticos.


Regiões do Brasil com maiores ocorrências

Para cada região do Brasil, especificidades e características próprias são consideradas nas análises da nstech. Com isso, conheça um panorama geral das regiões com mais ocorrências no Brasil:

RankingTipo de CargaPercentual
Região Sudeste80,28%
Região Centro-oeste8,30%
Região Nordeste7,35%
Região Sul3,71%
Região Norte0,36%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

As análises constatam uma diferença ampla dos casos de criminalidade na região Sudeste, devido a concentração dos polos industriais e comerciais nesses estados.

A partir das múltiplas viagens diárias, os riscos aumentam conforme as ações da criminalidade e a segurança do motorista e veículo deve seguir em destaque para reduzir esses índices.

As regiões em sequência são Centro-oeste e Nordeste e elas também possem métricas elevadas das cargas mais visadas, devido aos trajetos comuns de passagem entre os centros comerciais.

A pesquisa finaliza com as regiões Sul e Norte, com os menores índices da criminalidade no transporte rodoviário de carga.


Rodovias com casos criminosos de cargas mais visadas no Brasil

Com as regiões mais perigosas identificadas pelo relatório, as rodovias foram analisadas para compreender as localidades com casos mais comuns de criminalidade. Veja mais:

RankingTipo de CargaPercentual
Rodovias Urbanas33,74%
Outras Rodovias21,25%
Rodovia SP-34811,6%
Rodovia BR-2625,16%
Rodovia BR-0505,00%
Rodovia BR-0404,68%
Rodovia BR-1013,82%
Rodovia BR-1163,78%
Rodovia SP-1023,42%
10°Rodovia BR-2512,58%
11°Rodovia BR-1352,51%
12°Rodovia BR-3812,46%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

Para análise das rodovias no Brasil, foi constatada que as vias urbanas são mais afetadas pela criminalidade, devido ao fluxo intenso do transporte e maior concentração populacional nas cidades.

Em sequência, a rodovia dos Bandeirantes (SP-348) tem índices elevados das atividades criminosas, devido à passagem por diversos centros comerciais no estado de São Paulo.

As demais rodovias foram percebidas em âmbito nacional com impactos distintos de acordo com as especificidades de cada estado do Brasil. Em destaque, estão as rodovias BR-262 (ES, MG, SP e MS), BR-050 (GO, MG e SP) e BR-040 (DF, GO, MG e RJ).


Estados com mais casos criminosos

Em uma análise mais detalhada, a nstech encontrou métricas para definir as regiões mais perigosas.

Para aprofundar esse conhecimento sobre a criminalidade no transporte rodoviário de carga, acesse o ebook Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023, material desenvolvido pela nstech.

Com isso, confira os locais com mais casos criminosos no Brasil:

Região Sudeste e Sul

São Paulo50,75%
Rio de Janeiro17,76%
Minas Gerais11,78%
Paraná2,18%
Rio Grande do Sul0,81%
Santa Catarina0,71%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

Região Centro-oeste

Goiás3,53%
Mato Grosso2,66%
Mato Grosso do Sul2,11%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

Região Nordeste e Norte

Bahia3,08%
Paraíba1,39%
Maranhão1,21%
Pernambuco1,06%
Piauí0,56%
Ceará0,36%
Pará0,05%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

Conforme percebido na análise das regiões do Brasil, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais são mais afetados pela criminalidade do transporte de cargas.

Em seguida, os estados do Centro-oeste, em conjunto com Bahia e Paraná, aparecem nos altos índices com as cargas mais visadas.

Como conclusão, os estados do Nordeste e Norte, juntamente com Rio Grande do Sul e Santa Catarina, estão com os menores índices da criminalidade.


Planilha de Ponto de Equilíbrio Financeiro. Baixar agora!


Dias da semana com as cargas mais visadas

Após entender as regiões, os estados e as rodovias com maiores índices de criminalidade, descubra quais são os períodos e dias da semana com maior frequência de riscos no Brasil:

Período do dia

RankingTipo de CargaPercentual
Manhã39,50%
Noite24,25%
Madrugada20,05%
Tarde16,20%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

Dia da semana

Domingo21,05%
Segunda-feira9,47%
Terça-feira8,34%
Quarta-feira7,96%
Quinta-feira19,24%
Sexta-feira12,54%
Sábado11,40%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

Para análise da criminalidade nas semanas do ano, os horários e dias foram considerados para comparar os períodos com maior impacto da criminalidade no transporte de carga.

Com isso, foi constatado o período da manhã como líder dos índices, seguido pela noite, madrugada e tarde e os principais dias com influência da criminalidade são domingo, quinta-feira e sexta-feira.

Essas métricas são registradas através de médias no âmbito nacional e podem sofrer variações de acordo com as características e especificidades de cada localidade.


Percentual de prejuízo das cargas mais visadas em 2023

Para concluir os principais dados da análise trimestral, as perspectivas sobre a evolução da contingência dos atos criminosos são registradas para incentivar os esforços pela segurança de forma geral.

Janeiro51,84%
Fevereiro34,32%
Março13,84%
‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎ ‎

Fonte: Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 (nstech)

Os dados e métricas serão atualizados de acordo com as novas análises pela nstech e, assim, o controle e o monitoramento de ocorrências criminosas poderão ser implementados.

Lembre de acessar a página e adquirir o ebook Análise de Roubos de Carga – 1° trimestre de 2023 de forma gratuita e completa.

Com acesso ao material, os detalhes e especificações de cada informação analisada será esclarecido para elevar a percepção sobre o contexto da segurança nas estradas e rodovias do Brasil.

Soluções para reduzir os índices das cargas mais visadas

Cadastro e Consulta de Motoristas tem mais de 1,8 milhão de motoristas e 1,2 milhão de veículos cadastrados e oferece a agilidade necessária na hora de contratar os profissionais para o transporte rodoviário de cargas.

O Monitoramento das Cargas eleva a performance das operações contemplando todas as etapas para o planejamento e acompanhando das viagens, a começar pelo Plano de Gerenciamento de Riscos.

Para quem busca tecnologias modernas para o rastreamento das viagens e prevenção de riscos, o sistema de Rastreamento de Cargas é a melhor ferramenta no cumprimento das exigências de segurança da operação ou apólice de seguros.

Tudo isso acompanhado por um software de gestão inteligente como osistema de Gerenciamento de Transportes, que integra informações de planejamento e monitoramento das viagens com indicadores e relatórios de performance, ampliando a segurança, reduzindo custos e aumentando em até 30% a eficiência operacional.

Para viagens seguras e que atendam às exigências das seguradoras, acompanhe os eventos de logística, solicite um orçamento, conte com a Buonny e viaje tranquilo.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato