Importância do gerenciamento de riscos para a logística no comércio varejista

SEGURANÇA E GR 23/11/2021

Importância do gerenciamento de riscos para a logística no comércio varejista

Estar preparado para altas demandas no transporte de cargas exige planejamento. Em períodos como a Black Friday, quando os desafios aumentam em função do boom nas vendas, a melhor alternativa é apostar no gerenciamento de riscos voltado à logística no comércio varejista.

Em 2020, as vendas da Black Friday superaram R$ 5 bilhões – um crescimento de 31% em relação a 2019, segundo levantamento da NeoTrust/Compre&Confie. O e-commerce foi o carro-chefe das vendas neste período.

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o comércio online corresponde a 11% dos negócios no setor varejista e a expectativa é que até o fim do ano atinja 18,7% das vendas totais do comércio. Antes da pandemia, esse percentual nunca tinha passado dos 10%.

Agora, some a essas projeções do e-commerce o fim das restrições para o comércio físico, que registrou crescimento acumulado de 3,8% até setembro, e imagine o fluxo de mercadorias em circulação no país.

Para que as entregas sejam eficientes e os clientes fiquem satisfeitos, preparamos este artigo que mostra a importância do gerenciamento de riscos na logística no comércio varejista. Neste post você vai entender como vencer os desafios durante o período da Black Friday.

Logística no comércio varejista

Datas sazonais como Black Friday e Natal exigem uma logística diferenciada e mais eficiência de transportadores. A ABComm estima que mais de 160 mil lojas virtuais tenham sido criadas em 2020 no país.

Levar matéria-prima até a indústria, abastecer os estoques ou os centros de distribuição e fazer com que as mercadorias cheguem aos consumidores no menor prazo e com os melhores custos é uma missão logística e tanto.

Quanto mais o comércio varejista fatura, mais o setor de transportes deve estar preparado para operações complexas. Aproveitar oportunidades como a Black Friday é fundamental para o faturamento das transportadoras. A questão é: como aprimorar a logística e se preparar para entregas eficientes, ágeis e a custos reduzidos?

A resposta está no gerenciamento de riscos e em soluções integradas de gestão logística. Datas com alta demanda para o varejo refletem no setor de transportes e exigem planejamento para superar os gargalos e os desafios enfrentados no dia a dia das estradas.

Leia aqui como aumentar a eficiência no transporte rodoviário.

Desafios logísticos

A logística é estratégica para o comércio varejista e se torna uma das protagonistas em datas de alto consumo. Entre os desafios que precisam ser vencidos estão:

  1. Custos elevados

O custo logístico no Brasil corresponde a 10% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo estimativa do Instituto de Logística e Supply Chain (ILOS). Boa parte deste valor é dedicado ao transporte. Para reduzir os custos, a melhor forma é automatizar os processos e apostar em uma roteirização eficiente das cargas.

  1. Gestão de estoques

Fazer o controle de estoques em datas como a Black Friday é outro desafio. Uma boa logística no comércio varejista passa por esse ponto. A vantagem é que a tecnologia é uma aliada nos processos de organização e previsão de demandas. Acredite: um sistema de gestão de estoque é capaz de evitar muitos prejuízos.

  1. Prazo de entrega

Clientes esperam boas ofertas na Black Friday, mas também querem receber suas compras no menor tempo possível e com valores de frete atrativos. O prazo da entrega é um dos principais fatores de decisão de compra no e-commerce.

  1. Gerenciamento dos riscos

Um país recordista em acidentes de trânsito e com altos índices de roubo de cargas requer o gerenciamento dos riscos. Por isso, a melhor estratégia é a integração de sistemas de gestão logística, gestão de riscos, prevenção a sinistros e fraudes, rastreamento e monitoramento das cargas.

  1. Visibilidade

As operações de transporte precisam ser visíveis. Clientes querem saber onde está a mercadoria, quando ela chega e fazem questão de prazos cada vez menores. Todas as informações da movimentação das cargas e possíveis atrasos precisam estar visíveis para embarcadores, transportadores e consumidores finais.

 

Vantagens do gerenciamento de risco na logística de varejo

Gerenciar os riscos nas operações do comércio varejista é uma prioridade. Quanto mais caminhões e cargas circulando, maiores as possibilidades de imprevistos e sinistros. Para atender as necessidades dos clientes, reduzir custos e prejuízos, fazer entregas assertivas e melhorar a performance operacional, um bom plano de gerenciamento de riscos é crucial.

O gerenciamento de riscos permite uma análise completa de todos os gargalos da operação e define estratégias para mitigar essas possibilidades. Em datas como a Black Friday é ainda mais importante para garantir o abastecimento do comércio varejistas e as entregas no menor tempo possível.

Confira alguns benefícios do GR na logística no comércio varejista:

  • Redução na ocorrência de roubos e acidentes;
  • Alinhamento da operação às normas das seguradoras;
  • Mais eficiência nas operações e upgrade na performance logística;
  • Incremento na produtividade e assertividade das entregas;
  • Prevenção de sinistros e menores riscos de fraude;
  • Redução de custos operacionais e ganhos em lucratividade;
  • Visibilidade em tempo real para a tomada imediata de ações;
  • Ampliação da segurança no transporte;
  • Operação mais eficiente e econômica;
  • Ganhos em competitividade;
  • Satisfação dos clientes.

Saiba mais em Gerenciamento de riscos: entenda como a prevenção de sinistro melhora a performance no transporte de cargas.

Como fazer o GR nas operações do comércio varejista

Contar com a tecnologia é essencial para o sucesso das operações e o gerenciamento de riscos na logística do varejo. Há tempos o uso de soluções inovadoras deixou de ser um diferencial competitivo e se consolidou como uma necessidade estratégica e operacional.

No caso do comércio varejista, que depende de entregas eficientes e ágeis, o GR é uma condição essencial. Grandes promoções como as da Black Friday levam a altas demandas para o setor logístico. É fundamental estar preparado.

E não são apenas a roteirização e a segurança das viagens que contam. O controle e a integração dos estoques também. Áreas como a gestão dos centros de distribuição e lojas, assim como a etapa de movimentação das cargas, exigem atenção especial.

Fazer um bom gerenciamento dos riscos requer soluções sob medida e uso de tecnologia. Outro ponto importante é contar com empresas especialistas em GR, que aliam experiência, soluções inovadoras e profissionais especializados em gestão logística e mitigação de sinistros para garantir bons resultados.

Líder nacional em GR no transporte rodoviário de cargas, a Buonny oferece serviços integrados para embarcadores, operadores logísticos e transportadoras de qualquer porte. Para saber mais, fale com um gestor de riscos e conheça as soluções que a empresa tem a oferecer.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato