Empresas precisarão tomar mais cuidado com infrações cometidas por seus motoristas e funcionários. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentou a aplicação de multa para pessoa jurídica proprietária do veículo quando não ocorre a identificação do condutor infrator.

Hoje, a empresa recebe duas autuações: a primeira pela infração, e a segunda, uma multa NIC (não indicação do condutor), cujo valor é igual ao da primeira.

Com a nova regra, se a mesma infração for registrada em até um ano após a primeira ocorrência, as multas seguintes terão seu valor multiplicado pela quantidade de vezes que o veículo autuado não tiver indicação de motorista.

Essas mudanças trazem dúvidas a respeito de quem paga. As leis trabalhistas deixam claro que a multa só poderá ser descontada do salário do funcionário caso o contrato de trabalho contemple esse acordo.

Caso o motorista tenha cometido a infração propositalmente, a multa será de quem estava dirigindo o veículo.

No caso de infrações que indiquem um problema no próprio automóvel, como um farol queimado, por exemplo, o valor da multa fica a cargo da própria empresa, pois contempla um item de manutenção que não é de responsabilidade do funcionário.

Um dos objetivos das mudanças é coibir o cometimento de infrações consentidas pela pessoa jurídica (PJ). Ou seja, às vezes pode ser vantajoso pagar uma multa dobrada e manter planos comerciais. A partir de agora, esse tipo de prática passa a causar mais impacto no caixa.

Fonte: goo.gl/kns3sU

 

Gerenciamento de riscos: entenda como a prevenção de sinistros melhora a performance no transporte de cargas

| Gerenciamento de Riscos | Sem Comentários
Gerenciamento de riscos: entenda como a prevenção de sinistros melhora a performance no transporte de cargas Criar estratégias para evitar problemas na viagem, reduzir as possibilidades de roubos e acidentes, prevenir os prejuízos e melhorar a gestão e a performance operacional. Não há empresas bem-sucedidas no setor de transporte e…

Rastreamento de cargas aumenta eficiência e reduz custos no transporte rodoviário

| SEGURANÇA | Sem Comentários
Rastreamento de cargas aumenta eficiência e reduz custos no transporte rodoviário Saber lidar com os gargalos logísticos é uma condição crítica para o setor de transporte rodoviário no Brasil. Em um país em que a ousadia das quadrilhas especializadas em roubo de mercadorias parece não ter limites, o uso de…

Como aumentar a eficiência no transporte rodoviário com o software logístico SGI

| GESTÃO | Sem Comentários
Como aumentar a eficiência no transporte rodoviário com o software logístico SGI A ineficiência na cadeia logística põe em xeque as operações de transporte rodoviário no Brasil. A boa notícia é que fazer uma gestão inteligente é possível com o uso de softwares logísticos como o SGI, um sistema 100%…

Quer aumentar a segurança e a eficiência no transporte rodoviário? Conheça o serviço de monitoramento de cargas BuonnySat

| SEGURANÇA | Sem Comentários
Quer aumentar a segurança e a eficiência no transporte rodoviário? Conheça o serviço de monitoramento de cargas BuonnySat Uma entrega bem-sucedida diz muito sobre o nível de maturidade e excelência da gestão logística. Os riscos inerentes à movimentação de cargas no Brasil podem comprometer a produtividade, a performance operacional, a…
  RESPEITO SE CONQUISTA COM ATITUDES
SÃO PAULO – SP
55 11  5079.2500 / 55 11  3443.2500
BELO HORIZONTE – MG
55 31  3653.6317
CURITIBA – PR
55 41  3015.7109
PORTO ALEGRE – RS
55 51  3072.1375
GOIANIA – GO
55 62 3645.3400
SALVADOR – BA
55 71  3271.4680
SANTIAGO – CHILE
56 2 3251.1125
Buonny Projetos e Serviços de Riscos Securitários Ltda ® Todos os direitos reservados | Ouvidoria: 11 5079.2621 – [email protected]
CNPJ: 06.326.025/0001-66 | IE: Isenta | Alameda dos Guatás, 191 – Jd. da Saúde – São Paulo / SP – CEP 04053-040