A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) acaba de apresentar dados estatísticos sobre roubos de cargas no Brasil, em 2019.

O relatório, feito desde 1998, aponta que, no ano passado, houve queda de quase 4 mil delitos, ou seja, uma queda de 17% em relação a 2018. Ao longo de 2019, foram registradas 18.382 ocorrências de roubos de cargas pelo país, enquanto em 2018, o número chegava a 22.183 casos. Já em 2017, foram 25.790 ocorrências.

Regiões

Apesar da queda, a quantidade ainda é muito alta; os prejuízos foram de mais de R$ 1,4 bilhão e a região Sudeste continua sendo a mais afetada, com 84,26% das ocorrências.

Na sequência, aparece a região Sul, com 6,52%; Nordeste, com 6,29%; Centro-oeste, com 1,69%; e por último, a região Norte, com 1,24%.

No Sudeste, o estado que mais apresenta roubos é o Rio de Janeiro, com 40,56%. São Paulo, em segundo, é responsável por 39,85%, e, ao somarmos as ocorrências de Minas Gerais e Espírito Santo, o total é de R$ 952,93 milhões de prejuízo.

A região Nordeste responde por R$ 157,84 milhões; Sul com R$ 133,11 milhões; Centro-oeste com R$ 106,39 milhões; e Norte, com R$ 47,81 milhões.

Produtos visados

De acordo com o levantamento, os produtos mais visados são os que têm facilidade para revenda, como os alimentícios, cigarros, eletroeletrônicos, combustíveis, bebidas, artigos farmacêuticos, autopeças, confecções, têxteis e defensivos agrícolas.

“A pesquisa aponta uma considerável redução se comparada ao ano de 2018, mas estamos falando de milhares de roubos em todo o Brasil e precisamos continuar trabalhando para que esses crimes não aconteçam mais”, afirma o presidente da NTC, Francisco Pelucio.

Queda

Pelucio ainda explica que a queda de roubos está ligada ao investimento que as empresas em tecnologia e medidas de segurança em suas operações. Além disso, destacam-se o trabalho de órgãos de segurança pública estaduais e federais, que têm atuado com mais rigor no combate ao roubo de cargas.

“Os roubos ocorrem porque os receptadores, que compram as cargas roubadas e incentivam o crime, estão impunes por conta de uma legislação arcaica. Temos, urgentemente, que agravar as penalidades para esse delito, tanto a pena para a pessoa do receptador como para o seu estabelecimento, que deverá ter a licença de funcionamento cassada”, diz Roberto Mira, vice-presidente para assuntos de segurança da NTC & Logística.

Ações da Buonny

Para combater roubos de cargas, a Buonny tem investido fortemente em tecnologia nos últimos anos, o que certamente contribuiu para a redução observada nas estatísticas dessa prática nas rodovias brasileiras.

Em 2019, a empresa lançou um sistema de reconhecimento facial em seu cadastro de motoristas. Baseada em inteligência artificial, a tecnologia Buonny identifica clonadores que tentam se passar por motoristas profissionais, com o intuito de roubar as cargas.

Com a tecnologia, a Buonny evitou mais de R$ 43 milhões de prejuízos para transportadores, somente de fevereiro a abril deste ano. Nesse período, foram evitadas mais de 420 tentativas de clonagens e identificados mais de 270 clonadores. Somente entre março e abril, a tecnologia da Buonny identificou 50 clonadores.

Cadastro e Consulta de Profissionais

Entrar

Monitoramento de
Cargas 24h

ENTRAR

Software de Gestão Logística

ENTRAR

Buonny prepara um novo futuro para o gerenciamento de risco em transporte de cargas

| Notícias | Sem Comentários
Buonny prepara um novo futuro para o gerenciamento de risco em transporte de cargas O mundo está em constante evolução e a Buonny também não para. Líder nacional em gerenciamento de riscos, a empresa está pronta e preparada para um novo futuro, mais inovador e tecnológico, com total atenção à…

Vantagens do background check no gerenciamento de riscos

| SEGURANÇA | Sem Comentários
Vantagens do background check no gerenciamento de riscos O modal rodoviário responde por mais de 60% da movimentação de cargas no Brasil. De acordo com o Registro Nacional de Transportador Rodoviário de Cargas (RNTRC), são mais de 2,2 milhões de caminhões registrados no país. O número de caminhoneiros também gira…

Gerenciamento de riscos: entenda como a prevenção de sinistros melhora a performance no transporte de cargas

| Gerenciamento de Riscos | Sem Comentários
Gerenciamento de riscos: entenda como a prevenção de sinistros melhora a performance no transporte de cargas Criar estratégias para evitar problemas na viagem, reduzir as possibilidades de roubos e acidentes, prevenir os prejuízos e melhorar a gestão e a performance operacional. Não há empresas bem-sucedidas no setor de transporte e…

Rastreamento de cargas aumenta eficiência e reduz custos no transporte rodoviário

| SEGURANÇA | Sem Comentários
Rastreamento de cargas aumenta eficiência e reduz custos no transporte rodoviário Saber lidar com os gargalos logísticos é uma condição crítica para o setor de transporte rodoviário no Brasil. Em um país em que a ousadia das quadrilhas especializadas em roubo de mercadorias parece não ter limites, o uso de…