Ventos positivos na Buonny

*Eliel Fernandes

Com 26 anos de atuação, recentemente a Buonny passou pela maior mudança de sua história. Em dezembro de 2020, a empresa passou a fazer parte da nstech, plataforma aberta de tecnologia para logística e mobilidade. A nstech foi fundada pela Niche Partners, braço da gestora de investimentos SK Tarpon, e conta também com investimento da Greenbridge Partners.

Com o propósito de apoiar empresas e ajudar times excepcionais a atingirem novos patamares e a perpetuarem histórias vencedoras, a nstech busca investir em empresas líderes de nicho em tecnologia para logística, criando o mais completo ecossistema do setor.

Essa grande mudança foi extremamente positiva para nós, que podemos crescer e ainda manter a estrutura operacional e, principalmente, o DNA Buonny, que é nosso grande patrimônio. Nessa nova etapa, fui nomeado CEO da empresa e Cyro Buonavoglia tornou-se membro do Conselho de Administração da Niche Partners.

Crescimento acelerado

Há nove meses fazendo parte do ecossistema da nstech, já é possível enxergar um futuro ainda mais promissor para a Buonny: crescemos 17% em faturamento e 37% em EBITDA, se compararmos o primeiro semestre de 2021 com 2020.

Os efeitos positivos da chegada da nstech vão além dos nossos resultados. As transformações começaram de dentro para fora, com integrações de áreas, criação de novos processos, investimento massivo em tecnologia, estruturações, entre outras mudanças.

No primeiro semestre de 2021, multiplicamos por quatro os investimentos realizados em tecnologia e em ganhos de produtividade, com o aprimoramento do nosso Data Lake, a contratação de consultorias que nos apoiaram na reestruturação das áreas de operação e comercial, fazendo adequações importantes para a LGPD e, com isso, vimos os nossos números crescerem de forma exponencial.

Previsões

Futuramente, teremos mais inovações, pois o Brasil oferece muito espaço para isso. Nos próximos anos, tecnologias baseadas em inteligência artificial e machine learning, associadas aos recursos da telemetria, por exemplo, trarão ganhos relevantes em segurança e produtividade para todo o setor de logística e seguros de transportes.

Estamos muito otimistas e trabalhando para trazer mais novidades nos próximos meses. Queremos manter a curva de crescimento, sempre com objetivo de contribuir com o mercado brasileiro e possibilitar que a marca Buonny se fortaleça ainda mais e possa ser orgulho para os cerca de 700 colaboradores e mais de 12 mil clientes espalhados de norte a sul do país.

Sobre Eliel Fernandes: CEO e co-fundador da Buonny, empresa que ocupa posição de liderança no fornecimento soluções de tecnologia para o mercado brasileiro de logística, com foco em gerenciamento de riscos e em ganhos de eficiência operacional.

Ao longo dos últimos 26 anos, compartilhou com Cyro Buonavoglia o desafio de liderar o time na construção de uma organização pioneira, que cria soluções para tornar o transporte rodoviário de cargas mais seguro, confiável e eficiente. Anualmente, atua no gerenciamento de riscos de operações que movimentam um total de R$ 200 bilhões em mercadorias. Atua no gerenciamento de riscos de operações que, anualmente, movimentam um total de R$ 2,4 bilhões em mercadorias.

Como consequência de uma estratégia fortemente pautada pela inovação e pelo ideal de contribuir para a construção de um Brasil mais seguro e produtivo, em 2020 a Buonny foi escolhida para se tornar parte da nstech, integrante do fundo SK Tarpon. A aliança com a nstech marca o início de um novo ciclo de expansão para a Buonny.

Fiz carreira profissional no mercado securitário por 14 anos e tive a oportunidade de adquirir especialização técnica em Seguros de transportes nacionais e internacionais, RCG, Incêndio, Lucros Cessantes e Comissário de Avarias. Tenho como minha maior conquista profissional a idealização e criação da Buonny.