Depreciação de veículos da frota: como fazer o cálculo

A depreciação de veículos é um dos principais custos associados à gestão de frotas de veículos. Saber como calcular esse valor é fundamental para entender como anda o desempenho da frota.

Além disso, com essa informação você também consegue tomar decisões estratégicas na sua transportadora, podendo assim otimizar os recursos.

Portanto, confira neste conteúdo como fazer o cálculo da depreciação de veículos de frota e como essa taxa impacta no valor do frete cobrado ao seu cliente. Acompanhe!

O que é a depreciação de veículos da frota?

A depreciação de veículos da frota é referente à perda de valor que um veículo sofre ao longo do tempo, devido a diversos fatores, tais como:

  • desgaste;
  • defasagem tecnológica;
  • manutenção inadequada, entre outros.

A depreciação pode afetar diferentes tipos de veículos, desde carros de passeio até caminhões e ônibus.

Essa é uma métrica importante a ser considerada por empresas que possuem uma frota de veículos, pois entendendo seu cálculo, é possível tomar decisões para melhorar a operação e reduzir custos.

Como a depreciação da frota impacta no valor do frete

A depreciação dos veículos da frota deve ser levada em conta na hora de calcular o valor do frete oferecido ao seu cliente. Isso porque uma vez não incluída no cálculo, pode ocorrer uma subestimação dos custos reais da operação, afetando a lucratividade da empresa.

Portanto o frete deve ser calculado corretamente, assegurando a manutenção dos veículos. Caso contrário, o valor cobrado e o percentual de depreciação tendem a crescer, pois sem a devida manutenção as peças se deterioram, aumentando a desvalorização da frota.

Além disso, a depreciação pode ser um fator importante na decisão de substituir ou renovar a frota. Dessa forma, também pode afetar a disponibilidade e a eficiência dos veículos utilizados para realizar o transporte.

Como reduzir custos no transporte de cargas
Baixe agora nosso ebook Como reduzir custos no transporte de cargas

Como fazer o cálculo da depreciação de veículos

A depreciação é calculada com base no valor de compra do veículo e na sua vida útil estimada. Isto quer dizer, seu cálculo leva em consideração o tempo que se espera que o veículo possa ser utilizado antes de ser substituído.

Existem diferentes métodos para calcular a depreciação de veículos de frota, mas um dos mais comuns é o método da linha reta.

Nesse método, a depreciação é calculada de forma linear ao longo da vida útil do veículo, ou seja, a mesma quantia é depreciada a cada ano.

A fórmula para o cálculo da taxa de depreciação de um veículo utilizando o método da linha reta é a seguinte:

Depreciação anual = (Valor de compra – Valor residual) / Vida útil estimada

Assim, caso uma empresa compre um veículo por R$ 100.000,00 e estima que ele terá uma vida útil de 5 anos, a depreciação anual do veículo será de R$ 20.000,00.

Planilha de Ponto de Equilíbrio Financeiro. Baixar agora!

O cálculo da depreciação de veículos deve ser feito para todos os veículos?

Sim, o cálculo da taxa de depreciação de veículo deve ser feito para cada veículo da frota. Isso permite que seja determinado o valor contábil de cada um, podendo avaliar a depreciação acumulada da frota como um todo.

É importante lembrar que existem outros métodos de cálculo de depreciação, e que a escolha do método mais adequado dependerá das características da frota e das necessidades da empresa.

Além disso, também é possível contar com sistemas de controle de frota que fazem o cálculo de forma automática para determinar o valor do frete.

Vale lembrar que a depreciação de veículo da frota é uma despesa que afeta o resultado financeiro da sua transportadora e, por isso, é importante que ela seja gerenciada de forma adequada.

Algumas medidas para reduzir a depreciação da frota

Algumas medidas que podem ajudar a reduzir a depreciação da frota incluem: manter os veículos em bom estado de conservação, fazer a manutenção preventiva regularmente, atualizar a frota com veículos mais eficientes e modernos, entre outras ações.

Viu como fazer o cálculo de depreciação de veículos não é tão difícil quanto você imaginava? Seguindo as dicas acima, você acha o resultado com facilidade, e pode tomar as decisões para melhorar a sua operação e evitar perdas.

Para um gerenciamento de risco mais eficiente, conheça as soluções da Buonny. Somos líderes em gestão de riscos, utilizando os melhores sistemas do mercado e oferecendo mais segurança, eficiência e redução de custos para as operações de transporte. Clique aqui e converse com nossos especialistas.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato