Carreto e frete: saiba qual a diferença e como funcionam

Se você trabalha com o transporte de mercadorias, então entender qual a diferença entre carreto e frete é essencial.

Ambas são formas de entrega, mas cada uma possui diferenças na operação e, por isso, é comum algumas empresas ainda se atrapalharem sobre esses dois tipos de serviços.

Portanto, para ajudar você a entender qual a diferença entre carreto e frete e quais os cuidados necessários ao contratar esses serviços, preparamos este conteúdo. Confira a seguir e tire suas dúvidas!

Entenda o que é o frete

O frete é um tipo de transporte usado para pequenas operações. Ele tem uma logística mais robusta se comparada a outros tipos de transporte, pois envolve a contratação de auxiliares para realizar o serviço.

Normalmente, o termo de frete pode ser utilizado quando se trata de levar mercadorias de um ponto a outro. Porém, ele possui algumas particularidades, como:

Quem contrata o serviço de frete que organiza a carga;
O carregamento do caminhão fica por conta do contratado, que pode contar com ajudantes;
Normalmente está relacionado a entregas dentro do mesmo Município e cidades vizinhas.

Caso a distância para entrega da mercadoria seja mais longa, é indicado solicitar o serviço de uma transportadora ou empresa de mudanças credenciada.

Saiba o que é o carreto

O carreto é um serviço mais informal para deslocamento de pequenas cargas. Normalmente, é um serviço prestado por profissionais autônomos em trajetos de curta distância. Dessa forma, o carreto pode acontecer dentro de um mesmo município, ou no entorno dele, e entre uma cidade vizinha e outra.

Para realizar o transporte, geralmente são utilizados pick-ups, caminhonetes ou caminhões menores. O carreto pequeno também costuma ter um custo mais acessível, se comparado ao frete.

Contudo, é um tipo de serviço que, em sua maioria, acontece na informalidade e, por isso, você deve tomar alguns cuidados na hora de contratar o serviço, a fim de evitar transtornos, como ter a carga danificada.

Portanto, uma boa dica é procurar por profissionais autônomos que sejam cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC). Esse cadastro serve para reforçar a credibilidade do autônomo e passar mais segurança para você e para a sua empresa.

Outra questão que precisa ser ressaltada quando o assunto é carreto, é que quem se responsabiliza por fazer o carregamento da carga até o veículo é o contratante.

Conheça a diferença de frete e carreto

Para que você possa visualizar melhor a diferença entre frete e carreto, fizemos o resumo abaixo. Acompanhe!

Equipe: contratação e ajudantes

Como adiantamos, no carreto, quem faz o serviço são profissionais autônomos, ou seja, sem vínculo empregatício com as transportadoras, sendo que é comum a informalidade no setor.

Ao contrário do frete, que pode contar com a contratação também de ajudantes para carregamento.

Tipos de modais

O frete pode acontecer em diferentes tipos de transporte, ao contrário do carreto, que fica restrito a cargas menores, pois são realizados por veículos de pequeno porte, como vans e caminhonetes.

Responsável pelo carregamento até o caminhão

No caso do frete, quem contrata o serviço deve organizar o que vai ser transportado de forma prévia, enquanto o carregamento dos produtos precisa ser feito pelo contratado.

Já nos carretos, você ou sua empresa precisam organizar a carga e ainda cuidar do carregamento dos itens.

Quais as vantagens do carreto e do frete?

Tanto o carreto quanto o frete possuem as suas vantagens e desvantagens. Por isso, na hora de contratar o serviço, você deve olhar para a sua necessidade.

Por exemplo: a carga é pequena? A distância é curta? O orçamento é enxuto?  Você tem condições de cuidar do carregamento da carga? Então, o carreto pode ser a solução ideal.

Agora, se o que vai ser transportado tem um volume maior, a carga tem alto valor e precisa de seguro, a distância é mais longa e o orçamento é adequado, então, o frete é a melhor solução.

Planilha de Cálculo de Frete de Retorno. Baixar agora!

Quais cuidados na hora de contratar?

Confira os cuidados necessários antes de realizar a contratação de um desses serviços.

Busque referência do serviço para carreto

Buscar indicações de pessoas conhecidas, e também pesquisar na internet sobre a reputação dos serviços das empresas, ou profissionais que você deseja contratar, é uma forma de você se resguardar e diminuir as chances de ter uma experiência negativa com o serviço contratado.

Solicite comprovante de pagamento

É muito importante você ter um comprovante de pagamento do carreto ou frete contratado. O cenário ideal é pedir uma nota fiscal de serviço, o que demonstra que o trabalho tem uma certa organização.

No entanto, no caso do carreto, isso pode ser um pouco mais difícil, pois, como adiantamos, é comum a informalidade no setor. Para contornar essa situação, a sua empresa pode fazer o Recibo de Pagamento Autônomo (RPA).

Liste as mercadorias transportadas

É indicado você fazer um contrato de prestação de serviço, tanto para a contratação do carreto quanto para o frete. Dessa forma, os itens transportados podem ser listados e checados no destino final.

Caso não seja possível formalizar o contrato, ainda assim é indicado fazer uma lista das mercadorias, pedir para o responsável pelo serviço checar e assinar. Dessa forma, no destino final, é possível conferir se todos os itens chegaram conforme o previsto.

Parcele o valor do serviço de carreto

Alguns profissionais autônomos costumam solicitar o pagamento integral do carreto ou frete de forma antecipada. Para evitar problemas, ofereça 50% de sinal e o restante na entrega da mercadoria.

Viu como existe diferença entre carreto e frete? Siga essas dicas para escolher o serviço que melhor o atenda, e também avalie o que é mais vantajoso para a sua necessidade.

Se você preferir, confira nosso serviço de Cadastro de motoristas, que permite a busca do motorista ideal para transportar as cargas de maneira ágil e eficiente, com inovação a partir da Pesquisa 4.0 da maior base de dados na logística brasileira. Clique aqui e confira como funciona.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato