Conheça as vantagens do agregamento de caminhão

Você sabia que o agregamento de caminhão pode aumentar a eficiência dos seus serviços de transporte e elevar o faturamento da empresa?

Com o aumento da demanda por transporte de cargas e a busca por redução de custos, o agregamento de caminhões se tornou uma alternativa cada vez mais viável para as empresas que buscam otimizar os seus recursos.

Além disso, alguns transportadores possuem dúvidas se realmente vale a pena esse tipo de serviço.

E para te ajudar a entender sobre o assunto, separamos pontos sobre o funcionamento do agregamento de caminhão e suas principais vantagens. Confira a seguir e boa leitura!

O que é agregamento de caminhão?

Agregamento de caminhão é um modelo de negócio em que um caminhoneiro autônomo ou uma empresa de transporte de carga disponibiliza seus caminhões e motoristas para trabalhar em conjunto com uma transportadora.

Na prática, isso significa que a transportadora terceiriza a operação de transporte de carga para os caminhoneiros agregados.

São esses profissionais que ficam responsáveis por realizar o serviço de entrega dentro dos prazos e requisitos estipulados pela transportadora.

Opção de agregamento interessante para caminhoneiros autônomos

O modelo de agregação de caminhão é uma opção interessante para os caminhoneiros autônomos. Isso porque com esse serviço, eles conseguem ter mais garantias de trabalho e renda, além de poder contar com a estrutura e a carteira de clientes da transportadora.

Já para as empresas de transporte, o modelo de agregação permite aumentar a sua capacidade de transporte de cargas sem precisar investir em mais caminhões e pessoal.

Porém, é importante que tanto a transportadora quanto os caminhoneiros agregados estejam alinhados quanto aos termos do contrato e das obrigações de cada parte envolvida.

Quais veículos podem se classificar no agregamento?

No agregamento, geralmente são agregados veículos de carga pesada, como caminhões, carretas e bi-trens. Esses veículos são utilizados para transportar cargas volumosas e pesadas, como grãos, produtos siderúrgicos, produtos químicos, entre outros.

Além disso, dependendo da necessidade do contratante, podem ser agregados veículos de transporte de carga leve, como vans, furgões e utilitários. Esses veículos são utilizados para transportar cargas menores, como encomendas, produtos eletrônicos, medicamentos, entre outros.

Vale ressaltar que a decisão de quais veículos de uma frota serão agregados dependerá das necessidades e dos objetivos da empresa transportadora.

Quais as vantagens desse tipo de serviço?

O agregamento apresenta vantagens tanto para o motorista quanto para a empresa de transporte. Confira abaixo algumas vantagens específicas para cada uma dessas partes.

Vantagens para o motorista autônomo ou empresa de transporte agregado

  • mais oportunidades de trabalho e de renda, sem precisar investir em novos veículos ou equipe;
  • acesso a uma carteira de clientes já estabelecida, o que pode facilitar a conquista de novos contratos;
  • redução de custos operacionais, como manutenção, combustível, entre outros, já que parte dessas despesas são arcadas pela transportadora contratante;
  • melhor utilização do tempo e dos recursos disponíveis, pois as operações logísticas são planejadas e gerenciadas pela transportadora.

Vantagens para a transportadora contratante

  • maior capacidade de transporte, pois pode contar com uma frota de caminhões agregados em momentos de alta demanda;
  • redução de custos com aquisição e manutenção de frota própria, pois não é necessário investir em novos veículos;
  • maior flexibilidade para atender demandas de transporte em diferentes regiões do país, pois pode contar com caminhoneiros agregados em diversas localidades;
  • melhor controle e gerenciamento da operação logística, já que a transportadora contratante é responsável pela contratação e gerenciamento dos caminhoneiros agregados.
Como reduzir custos no transporte de cargas
Baixe agora nosso ebook Como reduzir custos no transporte de cargas

Quais são as exigências para o agregamento?

No Brasil, o agregamento de caminhões é regulamentado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Algumas exigências com relação à documentação são solicitadas, como:

  • Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC): é um registro obrigatório para todos os veículos de transporte de carga que circulam em vias públicas brasileiras, e é obtido junto à ANTT.
  • Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga (RCTR-C): é um seguro obrigatório que cobre danos causados a terceiros durante o transporte de cargas.
  • Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV): é o documento que comprova a situação legal do veículo, e é emitido pelo Departamento de Trânsito (Detran) do estado onde o veículo está registrado.
  • Autorização para Transporte de Cargas (ATC): é uma autorização expedida pela ANTT que permite o transporte de cargas em vias públicas brasileiras.

Contrato de prestação de serviços: é o documento que formaliza a relação entre a transportadora contratante e o motorista ou empresa de transporte agregado. Nele, deve conter informações como o valor a ser pago pelos serviços, a descrição das cargas a serem transportadas, entre outras.

Além desses documentos, é importante que os caminhões agregados estejam em boas condições de uso e com a manutenção em dia. Outro ponto importante é que os motoristas possuam habilitação adequada para conduzir veículos de carga.

Principais diferenças entre motorista agregado e funcionário contratado

O motorista agregado é um prestador de serviços autônomo ou uma empresa de transporte que disponibiliza seus caminhões e motoristas para realizar o transporte de cargas para empresas contratantes.

Já o funcionário contratado é um trabalhador empregado pela empresa transportadora que realiza as atividades de transporte de carga com o veículo da empresa.

A seguir, você pode conferir as principais diferenças entre o motorista agregado e o funcionário contratado. Acompanhe!

Vínculo empregatício

O motorista agregado é um prestador de serviços autônomo ou uma empresa de transporte que não possui vínculo empregatício com a empresa contratante.

Já o funcionário contratado é um trabalhador empregado pela empresa transportadora e possui um contrato de trabalho formal.

Responsabilidades trabalhistas

O motorista agregado é responsável por arcar com suas próprias despesas trabalhistas, como INSS, FGTS e décimo terceiro salário, entre outros.

Já a empresa contratante é responsável por arcar com as despesas trabalhistas do funcionário contratado, como salário, INSS, FGTS, férias, entre outros.

Benefícios trabalhistas

O motorista agregado não tem direito a benefícios trabalhistas, como seguro saúde, vale-refeição, seguro de vida, entre outros. Já o funcionário contratado tem direito a uma série de benefícios previstos em lei ou acordados em convenção coletiva.

Remuneração pela prestação de serviços

O motorista agregado recebe pela prestação de serviços realizada, e o valor é definido por contrato. Já o funcionário contratado recebe um salário fixo mensal, acrescido de benefícios e eventuais adicionais.

Cada modalidade de contratação apresenta vantagens e desvantagens, e a escolha dependerá das necessidades e objetivos da empresa contratante.

Planilha de Acerto de Motorista. Baixar agora!

Qual o valor para fazer o agregamento de veículo?

Não há um valor fixo para fazer o agregamento de veículo, já que o custo pode variar de acordo com diversos fatores, como:

  • o tipo e tamanho do veículo;
  • a região do país onde a empresa está localizada;
  • a quantidade de cargas transportadas, entre outros.

Geralmente, os valores cobrados para agregar veículo são definidos por contrato, em que são acordados o valor a ser pago pelos serviços prestados, a forma de pagamento, a periodicidade, entre outros detalhes.

Também é importante considerar os custos envolvidos na manutenção do veículo, custos com combustível, remuneração do motorista, custos administrativos, custos do frete, entre outros.

Além disso, é essencial avaliar a concorrência e os preços praticados no mercado para garantir que a empresa ofereça um valor justo e competitivo.

Viu como o serviço de agregamento de caminhão pode ajudar a aumentar a eficiência da frota da sua transportadora? Seguindo essas dicas, todo o processo fica muito mais fácil!

Para que você consiga desempenhar bem o seu serviço e oferecer vantagens de segurança e agilidade para seus clientes, conte com a Buonny. Somos uma empresa líder em gerenciamento de riscos para o transporte de cargas.

Nossas soluções são aliadas às mais altas tecnologias para garantir mais eficiência, segurança e produtividade para nossos clientes. Entenda como podemos trazer esses resultados para sua operação, clique aqui e converse com nossos especialistas.

Compartilhar esse artigo:
LinkedInFacebookTwitter

Entre em contato